Base Revlon Age Defying with DNA Advantage

Faz tempo que estou para fazer um post sobre esta base, mas na enrolação nunca fiz. Mas nesta semana notei que ela estava acabando MESMO e, antes que acabasse de vez, resolvi postá-la aqui.

“Revlon Age Defying com DNA Advantage Cream Makeup combina maquiagem + poderoso tratamento anti-envelhecimento, para ajudar o DNA da pele a combater os sinais de envelhecimento. 96% das mulheres viram uma pele com aparência impecável e  mais jovem em duas semanas. Linhas e rugas são visivelmente diminuídas enquanto a pele é renovada, hidratada, revitalizada. FPS 20″

A embalagem é muito bacana e o aplicador tipo pump é excelente, ele nunca travou e dispensa uma quantidade perfeita de produto. Ela não é uma base super cara, e isso mais a embalagem e o fato anti-idade, foram decisivos no momento da compra.

Eu comprei esta base no começo do ano e, como estava no inverno americano, achei que ela tinha me dado um resultado muito bom. Isso foi até eu chegar no calor dusinfa de Campo Grande e em pleno verão sentir esta base escorrer da minha cara e marcar em tudo que é roupa!

Como diz na descrição do produto ela é a mistura de um creme com uma base, tanto é que no nome está escrito Cream Makeup. Ela tem a textura de um creme e é bem fácil de usar e espalhar.

Ela é leve e tem cobertura média e não é construível, ou seja: não adianta querer adicionar camadas porque não fará muita diferença. A cor que comprei foi a #10 Bare Buff, que é um pouco mais clara do que meu tom de pele normal, mas isso não é problema porque eu contorno com bronzer.

Como dá para ver na foto, ela é uma base de acabamento molhado, e para mim usar o pó após ela é super necessário. Mas mesmo com pó ela não se manteve durante o verão e transferia demais. Eu a deixei de lado à espera do nosso inverno que, apesar de não ser super frio, é seco. O tempo seco + a minha pele normal a seca, fez com que ela tivesse um melhor “caimento” neste período.

As vantagens desta base são: a embalagem, a proteção solar de 20 (quando na maioria das outras é 15) e o fator anti-idade. Confesso que não senti uma super diferença na pele, mas isso se deve ao fato de que uso 3 seruns e cremes super caros, aí não tem como uma base de tratamento se sobressair. Mas eu penso assim: se tem algo a mais, já é um diferencial!

Compraria de novo? Não. Simplesmente porque no eterno verão em que vivo ela se torna desnecessária, e mesmo para o inverno não achei láááa essas coisas. Para a minha pele normal a seca foi ok, mas meu tipo de pele não é o da maioria…

Aí vão me perguntar: mas Carol, se você não gostou muito porque usou até o final? Usei porque sou MÃO DE VACA!

Apesar de ser consumista com maquiagem, se eu gasto R$ em algo fico com dor na consciência de deixar de lado, não gosto de jogar dinheiro no lixo (e me preocupo ambientalmente também, desperdício é desperdício). Poderia pensar em doar, mas se na minha pele não funcionou 100% para quem funcionaria? Todas as mulheres da minha família e minhas amigas tem pele mista a oleosa.

Aí nestes últimos meses de inverno usei todo dia até acabar! Fiz valer meu dindin e fiquei com a consciência leve, sem contar que economizei muito das minhas bases mais carinhas e que gosto mais! 😀

Besos

Carol

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s